Home / Revisão Tarifária

Revisão Tarifária

​​

Confira a explicação detalhada dos custos que compõem a sua conta.
​​
As tarifas de energia são definidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), com base em leis e regulamentos federais, e contêm custos que não são de responsabilidade da Enel, como impostos, encargos setoriais, custos de geração e transmissão de energia. Estes valores são arrecadados pela distribuidora, por meio da conta de energia, e repassados diretamente às empresas de geração, transmissão e ao Governo Federal.

Em uma conta de R$ 100,00* por exemplo, apenas R$ 19,43 são destinados à Enel Distribuição São Paulo para operação, expansão, manutenção da rede de energia e para remuneração dos investimentos. Veja na imagem a seguir a composição da sua conta:
 
 
E sobre o Revisão Tarifária?

A cada quatro anos, a tarifa de energia passa por uma revisão nos seus valores, que impacta diretamente no valor cobrado na conta de energia. A revisão  é definida e regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).  As distribuidoras de energia, entre elas a Enel, não gerenciam esta revisão.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, no dia 2 de julho de 2019, um reajuste tarifário, que passa a valer no dia 4 de julho. O reajuste médio foi de 7,03%. Para os consumidores de baixa tensão, como os clientes residenciais, o percentual foi de 6,48%. Já para os clientes atendidos em média e alta tensão, como indústrias e grandes comércios, o reajuste foi de 8,46%.

A revisão busca preservar o equilíbrio econômico-financeiro da companhia. Este ano, o principal fator que influenciou a revisão deste foi o aumento do custo com a  aquisição  de energia, que representa 34% da composição tarifária.

A compra de energia foi impactada pelo baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas nos últimos anos, que geram a necessidade de recorrer a geração térmica, modalidade com elevados custos operacionais. A elevação do custo de energia da Usina Hidrelétrica de Itaipu gerada pela variação cambial em relação ao dólar também impacta no valor cobrado. ​